skip to Main Content

Conheça a história do Coach Marcos Coelho da R9

Você conhece o Marcos Coelho? E quando escuta Coach Marcos Coelho, sabe de quem estamos falando? E apenas Coach da Ronaldo Academy, te traz alguém em mente? Além de encantar seus alunos com aulas didáticas, práticas e lúdicas, Marcos Coelho traz técnica e competência em cada ensinamento que passa para seus alunos. Um professor, um ex-atleta profissional de futebol e uma pessoa que inspira muitos jovens no mundo do futebol. O que muitos ainda têm curiosidade é de saber um pouco mais sobre a história de vida do Coach, apelido carinhoso que recebeu dos alunos fenomenais. E ele mesmo, em entrevista ao Blog da Ronaldo Academy, fez questão de relembrar os tempos de glória nos gramados do futebol brasileiro.

“Eu comecei minha carreira bem cedo. Aos 11 anos, fui chamado para integrar as categorias de base do Guarani. Mas eu tive um problema no meio do caminho. Depois da categoria dente de leite, eu fui dispensado por ser muito pequeno. Apareceu o São Paulo no meio do caminho. Fiz um teste e acabei passando. Pelo fato de treinar na cidade de São Paulo acabei deixando o estudo de lado. Resultado: acabei reprovado no colégio. Meu pai não gostou e acabou pedindo para eu sair do São Paulo. Voltei para Campinas e acabei retornando ao Guarani também. E ali
fiquei até me profissionalizar”, contou o Coach.

O que poderia ser um fim precoce na carreira foi na verdade um impulso para conseguir superar a fase ruim no colégio e a desconfiança do pai pelo mau desempenho na escola. Ele voltou para a cidade de seus familiares – Campinas – e passou a trilhar um caminho de conquistas para um jovem e encantador meio campista do clube campeão brasileiro de 1978.

“Posso dizer com orgulho que sou um dos jogadores da categoria de base do Guarani que tem mais títulos na história, porque fui campeão em todas as categorias e inclusive na Copa São Paulo de 1994. Foi uma época muito vitoriosa do Guarani, onde surgiram vários atletas de renome no cenário mundial como Amoroso e Luizão. Mas pelo Botafogo de Ribeirão Preto foi onde tive meu melhor momento. Lá eu era conhecido por Marquinhos por ser o batedor de faltas, pênaltis e escanteios…Cheguei a ser o capitão do time por alguns campeonatos”, contou
o Coach.

Coach para de jogar ao 28 anos para ser professor de Educação Física

A promissora carreira do meio campista de muita técnica e exímio cobrador de faltas foi interrompida cedo após alguns anos de sucesso. Mas engana-se que o motivo foi algo traumático. Pelo contrário. Marcos Coelho tomou a decisão de buscar algo diferente no universo do futebol.

“Aos 28 anos resolvi parar de jogar. Eu parei porque queria buscar algo a mais na carreira. Precisava retribuir o que tinha conquistado no futebol. Fui me formar em Educação Física e comecei a dar aulas em escolas particulares desde o Ensino Infantil. Minha base foi no Ensino Infantil com crianças de 2 a 7 anos. Depois dei aulas para várias idades até chegar a dar aula para a Faculdade PUC”, disse o professor Marcos.

Em 2016 veio o momento mágico que transformou a vida do Coach. Foi uma ação fenomenal. A Ronaldo Academy fez o convite para ele trabalhar e, sobretudo, ajudar a desenvolver a metodologia de ensino propagada na escola que leva o nome do bicampeão mundial com a seleção brasileira Ronaldo Fenômeno.

Faz três anos que eu recebi uma proposta para trabalhar na Ronaldo Academy, com a grande oportunidade de criar uma metodologia diferenciada e focada  na formação de uma pessoa por meio do esporte (futebol). Então, pra mim, a Ronaldo Academy hoje é uma escola de futebol totalmente voltada para o lado acadêmico. É uma continuação da Educação Física.”

Atualmente, o Coach é referência para todos os professores das franquias da Ronaldo Academy e desenvolve um trabalho renomado quando o assunto é desenvolvimento infantil por meio do futebol. E mais: é muito querido pela molecada nas mídias sociais. Soma mais de 68 mil seguidores no Instagram com dicas e desafios divertidos para promover educação aos jovens.

“A gente trabalha muito o lado psicossocial, desenvolvimento motor e muita ludicidade nas atividades para atingirmos os aspectos técnicos e táticos do futebol. Ou seja: os primeiros passos são os ensinamentos dos conceitos de vida da criança”, finalizou o Coach.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top